• Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Pêssego

25/11/2017

Originário da China, chegou ao Brasil no século XVI, trazido pelos portugueses.

Para escolher um bom pêssego, devemos ficar atentos a alguns aspectos como - casca firme e uniforme, sem manchas ou erupções. Se estiver muito verde ou também duro demais significa que não está maduro o suficiente. Já uma superfície mais rugosa e com pintinhas escuras mostram que a fruta já passou do ponto.

O tamanho da fruta não deve influenciar sua escolha. Nem sempre os maiores frutos são os mais doces.

O pêssego bom para consumo deve ser fresco, de cor creme, amarelada, branca ou um pouco avermelhada e de consistência firme, mas não dura.

Se estiver em boas condições, pode ser guardado em geladeira por três ou quatro dias. Sua polpa é bastante suculenta, doce e de aroma bem agradável. Dependendo da variedade, o caroço é solto ou preso à ela.

Os pêssegos de caroço solto têm a polpa mais macia, sendo mais adequados para o consumo in natura. Já os de caroço preso à polpa são mais duros e mais apropriados para o preparo de doces e compotas.

Na cozinha, ele tem muitas utilizações - caldas, conservas, doces, cristalização, geleias, sucos, licores, sorvetes e salada de frutas.

 

Pêssego grelhado com mel

 

Ingredientes (p/ duas porções)

 

2 pêssegos higienizados e partidos ao meio

raspas de 1 limão siciliano

1/2 xícara de café de mel

 

Modo de fazer

 

Em uma grelha já aquecida, grelhe por aproximadamente 2 minutos os pêssegos, regue-os com mel e raspas de limão.

Podem ser consumidos assim ou também com sorvete.

 

Aqui, nosso boletim para o Revista CBN.

 

 

 

 

Please reload

Recentes

29/09/2019

15/09/2019

18/08/2019

02/06/2019

Please reload